Como é que se processam estas anestesias?

Você recebe uma anestesia adequada executada por médicos e enfermeiros especializados. Antes da sua chegada ao bloco, poderá ser-lhe proposto um medicamento contra a ansiedade.

Começaremos por colocar alguns dispositivos de vigilância das suas funções vitais:

  • Coração: autocolantes ligados a um ecrã são colados no seu peito;
  • Tensão arterial: um braçal é colocado em torno de um braço;
  • Respiração: um detetor é colocado na ponta de um dedo.

Uma perfusão intravenosa (soro gota-a-gota) é colocada com o objetivo de administrar, se necessário, medicamentos durante a operação.

Para realizar a anestesia nas melhores condições é necessária a sua participação ativa: não hesite em assinalar qualquer tipo de dor. Depois da injeção dos anestésicos locais a parte inferior do seu corpo apresenta “formigueiros”, torna-se pesada e fica progressivamente insensível.

Durante a intervenção, além da anestesia dirigida à parte operada, em função da operação ou de acordo com a sua escolha, pode-lhe ser proposto:

  • Permanecer acordado(a) e, eventualmente, ouvir música.
  • Adormecer espontaneamente ou com a ajuda de um medicamento.

Em função da operação ou em caso de falha destas técnicas, poderá ser necessário submetêlo(a) a uma anestesia geral.

Assinale qualquer desconforto à equipa de anestesia.

Note bem: o médico responsável pela sua anestesia durante a operação não é necessariamente o mesmo que o(a) viu na consulta. No entanto, ele dispõe das informações necessárias aos seus cuidados de saúde. Se necessário, ele pode propor-lhe alterar a estratégia de anestesia prevista.

Para sua segurança, verificações da sua identidade, do tipo de operação e do local a operar (parte do seu corpo a ser operada) serão efetuadas várias vezes durante a sua estadia no hospital. A sua participação ativa em todos estes controlos é indispensável.

Last update : 03/12/2019